BEM VINDO

"Deus Desconhecido"

Todos conceituam, mas poucos experimentam. O Deus Real está esquecido e banalizado pela cultura, filosofia e religião, a humanidade O desconhece. As perguntas para a insegurança humana são dadas de maneira superficial, há muita definição e pouca experiência! Ele não é o deus desta cultura ou filosofia, tampouco o Deus dos religiosos. Mas sei que Ele se manifestará novamente acima de conceitos, padrões e definições. Visões serão restauradas e existências impactadas pelo "Deus Desconhecido"

quinta-feira, 19 de março de 2009

Quebrantamento e dependência levam a intimidade…

ATcAAAC5UMZIh3of8V5mSM97edrSrZ4q76wRVlbwCBifr40C_Y-Vdy6IAc_N8YEY7LAJJP7Fs5KKmq42fhClBW5_3o24AJtU9VAHZ20N4HNjpTUjt1j2QNaeVkISzQ

A causa da lepra de Uzias foi a forma arrogante como lidou com a gloria de DEUS . Pecou contra o Senhor ao tentar ofertar sua adoração ao seu modo, desprezando as exigências de DEUS. Ele conhecia a vontade de DEUS, mas preferiu fazer a sua maneira.

2 Cr 26.16-19 e Sl 51.17, onde vemos a destruição da presunção e a graça de DEUS se estender aos corações contritos e quebrantados.

O rei Davi e o rei Uzias começaram bem, mas terminaram o curso da vida dele em lugares totalmente diferentes.

O que aconteceu com estes dois grandes reis ao longo da trajetória que separou seus destinos em DEUS?

Davi demonstrou quebrantamento e genuína dependência da vontade de DEUS.

Conseqüentemente foi convidado as câmaras internas da intimidade com DEUS.

Uzias, ao contrario, considerou-se digno e irrompeu nas câmaras de DEUS com oferta imersa na fragrância do orgulho, da arrogância e presunção.

Que imagem lhe vem a mente quando Le está descrição do rei Uzias? Talvez você pense: É fácil ver que o rei Uzias estava caminhando para o desastre. Esse tipo de comportamento jamais da certo na presença de DEUS.

Se pudéssemos pedir ao rei Uzias para descrever o próprio comportamento, ele poderia colocar as coisas de modo diferente: Como rei , e como o verdadeiro líder espiritual que trouxe Israel de volta da apatia para o reavivamento espiritual , achei que era minha obrigação de juramento de entrar com bravura nos aposentos de DEUS levando ofertas enquanto me conduzia com auto-respeito e a dignidade apropriada para minha função.

Gostamos de nos distancias de qualquer personalidade bíblica que tenha recebido castigo de DEUS, e isto é uma arte que praticamos e aperfeiçoamos deis de nossos anos mais tenros. Eu jamais faria algo tão estúpido quanto isso...

Cometo uns pecados pequenos de vez em quanto, mas nada como o pecado de Uzias!

Você está disposto a confessar que teve sua parte de distanciamento e desculpas na vida? A onde é que isso o levou?

Ás vezes, verdade pode ficar insuportavelmente pessoal. E a verdade é que quase todos nós agimos como o rei Uzias uma vez ou outra. Em qualquer ocasião que nos aproximamos de EUS sem quebrantamento ou sem amor totalmente dependente, por natureza somos partidários da síndrome de Uzias.

 

Examine sinceramente seu trabalho mais recente na igreja e considere com atenção seu nível de adoração e conduta interior nesse período. Você os caracteriza com quebrantados ou inteiros? Como dependente e amoroso ou independentes e presunçosos para com DEUS

O problema é que DEUS não tem nenhum interesse nem gosto por nossa independência, e raramente se sente atraído, se é que isto alguma vez ocorre, por corações inteiros e auto-suficientes. Ele esta mais interessado em procurar e encontrar corações quebrantados e contritos que em colecionar os que não demonstram nenhuma necessidade dele.

O que você está oferecendo a DEUS agora???

Um comentário:

PROFETIZANDO A PALAVRA disse...

Meu irmão,
É o que está faltando em muitas igrejas nestes dias, alguns não querem se dobrar mais diante do Senhor achando-se alto-sufisciêntes.
Mas que DEus tenha misericórdia de nós .

Fica na Paz

Uilson Camilo