BEM VINDO

"Deus Desconhecido"

Todos conceituam, mas poucos experimentam. O Deus Real está esquecido e banalizado pela cultura, filosofia e religião, a humanidade O desconhece. As perguntas para a insegurança humana são dadas de maneira superficial, há muita definição e pouca experiência! Ele não é o deus desta cultura ou filosofia, tampouco o Deus dos religiosos. Mas sei que Ele se manifestará novamente acima de conceitos, padrões e definições. Visões serão restauradas e existências impactadas pelo "Deus Desconhecido"

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

FIQUE POR DENTRO

Religião Hoje
Liberdade religiosa em discussão

Brasil (*) - A Visão Nacional para a Consciência Cristã (VINACC) emitiu um apelo à sociedade brasileira contra a aprovação dos projetos PLC 122/06 e PL 6418/2005 em tramitação no Congresso Nacional que combatem a homofobia, pois entende que eles introduzirão a censura e limitarão liberdades individuais e coletivas de manifestação.

“Ao afirmar que toda e qualquer manifestação contrária ao homossexualismo, incluindo aqui sermões e textos bíblicos que se posicionam contra as práticas homossexuais, como se constituíssem crime de homofobia – isto é, violência contra os homossexuais – o projeto está a estabelecer no Brasil o mais terrível tipo de legislação penal, típica de Estados totalitários, os crimes de mera opinião”, justifica a VINACC.

O manifesto da Visão incentiva a coleta de assinaturas para abaixo-assinados a serem remetidos aos poderes constituídos do país, pedindo a não-aprovação desses projetos, uma vez que eles criminalizam “toda e qualquer manifestação contrária ao homossexualismo e às suas práticas, ferem o direito fundamental que cada cidadão tem de, livremente, manifestar-se, expressar-se e opinar sobre qualquer tipo de conduta moral ou tema social”.

Se os projetos não tivessem esse caráter de natureza criminal, a VINACC os apoiaria, pois também ela se declara contrária a todo e qualquer tipo de violência. Mas o manifesto desse organismo enfatiza que a Bíblia "é a única regra de fé em prática, e que o texto sagrado estabelece o homossexualismo como um pecado, assim como o faz com outros tipos de pecado, como a prostituição, o adultério, a inveja, o incesto, a pedofilia, a maledicência, o homicídio, a idolatria..."

Por isso a VINACC conclama os poderes constituídos a se unirem contra esses projetos, uma vez que eles “restringem, de modo absoluto, direitos e garantias fundamentais do ser humano e da sociedade em geral”, além de cercearem o direito constitucional de liberdade de consciência, crença e culto. O texto lembra que todos são iguais perante a lei e pede que “não haja nenhum tipo de discriminação promovida pelo próprio Estado”.


* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.

A Excelência na música


A Excelência

São várias as maneiras pelas quais nós rendemos louvor a Deus. Pode ser por meio de nossas atitudes, pela maneira que tratamos e cuidamos das pessoas, por meio da dança, da música, entre outros. Não importa seu estilo, o importante é que sejamos verdadeiros adoradores, pois somente estes adorarão a Deus em espírito e em verdade. “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.” (Jo 4.23).

Quero mostrar aqui meus questionamentos do que seja a excelência no que diz respeito a louvar a Deus com a música. Não quero trazer discussões e sim reflexões. Uma vez que não nos cabe julgar, mas sim fazermos a nossa parte.

Excelência segundo o dicionário Michaelis significa: “Qualidade de excelente; Superioridade de qualidade”. Mas será que isso têm sido uma realidade dentro de nossas igrejas?

A música cristã deu uma alavancada de uns tempos para cá. Para mim isto é algo que nasceu no coração do próprio Deus e que por ele tem se tornado algo cada vez mais possível de ser realizado. Hoje em dia há menos preconceito em relação a música evangélica do que há tempos atrás. Isso por que as igrejas têm acreditado e investido muito mais em seus levitas. Não podemos esquecer que é visível que Deus está restaurando as artes para que estas sejam utilizadas para o louvor de sua glória. Hoje as pessoas dançam para Deus, em seus diversos estilos, assim como cantam. Elas usam de seus dons na arte da pintura, esculturas e por aí vai.

Mas voltando para a música, creio esta transformação têm sido altamente positiva. Temos no momento atual diversos estilos musicais, o que torna possível evangelizar e alcançar um maior número de pessoas. Mas isso não quer dizer que devemos nos acomodar. Há muito o que melhorar e fazer. Por isso considero a excelência algo importantíssimo.

É importante ressaltar que a excelência não está ligada somente a busca da perfeição ao tocar os instrumentos ou ao cantar. Ela também está ligada ao relacionamento que temos com Deus.

Um instrumentista, um cantor tem que estudar. Aperfeiçoar a técnica é fundamental pois a qualidade conta e muito. Ou será que o mundo não se preocupa com isso? A gente sabe que a realidade é outra. O mundo tem investido cada vez mais em qualidade e aperfeiçoamento. Não é à toa que seus artistas conseguem levar para seus shows milhões de pessoas. Agora imagine isso revertido par a glória de Deus? Temos que atrair as pessoas para ouvir do amor de Deus e para isso devemos utilizar os dons, meios e as estratégias que Deus nos deu. E é claro da melhor forma possível. Então galera vamos investir! Mãos a obra. Estudem!

Por outro lado, precisamos refletir. Se só a excelência musical contasse, não seriam os grupos evangélicos como qualquer banda do mundo? A nossa diferença está em Deus. Temos o Espírito Santo de Deus em nós. E é dele que as pessoas precisam e admitindo ou não, estão sedentas.

O diferencial está em ao invés de cantarmos nossas próprias canções, cantarmos as músicas que nasceram de Deus. Que foram inspiradas por ele. Por isso, o músico cristão deve buscar também a excelência espiritual. Quanto maior for seu relacionamento com Deus, mais conhecimento do Senhor você poderá doar aos irmãos que receberem suas ministrações. Mais a vontade estará o Espírito Santo para agir no meio do povo. Mais perto das pessoas conseguiremos chegar, pois se Deus é quem planta em nossos corações as mensagem que ele quer passar, as vidas sedentas serão alcançadas com muito mais rapidez. Tudo flui quando deixamos Deus agir e nos entregamos a sua disposição.

Louvar com excelência espiritual e física é importantíssimo para quem deseja fazer um bom trabalho.

Sei que muitas vezes buscar a excelência física é difícil. Enfrentamos problemas financeiros, entre outros, mas não desista. Se não tem como investir no momento, persevere. O importante é correr atrás. Não seja orgulhoso, se não sabe como fazer peça ajuda enquanto não dá para buscar ajuda especializada. Mas é certo que sempre haverá alguém por perto com mais conhecimento que você que poderá lhe auxiliar. No quesito excelência espiritual, pense que Deus está acessível a qualquer hora. Você precisa somente desprender um pouco mais de tempo e qualidade em seu ralacionamento com ele.

Que Deus possa capacitar os levitas desta nova geração mais e mais em sua técnica e em suas vidas espirituais.

fiquem na paz...

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Adoração como estilo de vida

Quando falamos em sermos uma geração profética e marcar nossa geração, temos que primeiro falar sobre sermos marcados. De outra forma, nossa mensagem será apenas o resultado de informações que nosso intelecto absorveu.

O apostolo Paulo deixou bem claro que sua mensagem não era baseada na sabedoria humana (I Co 2:4), mas na demonstração do poder de Deus. Será que o apóstolo estava se referindo somente aos milagres que fizera? Eu particularmente creio que não. Creio que ele estava se referindo ao poder da mensagem que transformou sua vida, e de outros. Paulo chama todas as suas tribulações de leve e momentânea, porque ele havia sido marcado pelo Senhor. Nada era tão ruim ou tão difícil que poderia desanimá-lo a conhecer Aquele que o amou incondicionalmente.

Ser marcado por Deus faz parte do Seu plano para cada um de nós. Às vezes as pessoas querem conhecer a vontade de Deus, mas não querem ser marcadas por Ele. Apesar dessa marca ser geralmente feita por um processo de muita provação, a Bíblia nos diz que a vontade de Deus é "boa, perfeita e agradável", e foi o próprio Paulo que nos deixou o seu relato sobre a sua experiência mediante a vontade de Deus (Rom 12:2).

Como disse anteriormente, não existem fórmulas para caminhar com o Senhor, mas existe algo em comum em todos aqueles que são marcados por Deus e que marcam a sua geração: essas pessoas desenvolveram um estilo de vida de adoração. Mas, o eu significa adorar? O que implica isso?

Primeiramente, a palavra adorar , em hebraico, tem o significado de "beijar a face". Vale lembrar que somos tentados a dar "beijos de traição" no Senhor, como Judas o fez, simplesmente por não conhecermos quem estamos adorando. O início de todo esse processo para o nascimento da palavra ADORAR começou em Gênesis, capitulo 12, onde Deus derrama o Seu coração para um homem chamado Abrão. As palavras do Senhor são diretas e claras, "Sai da tua parentela...Eu te abençoarei, te engrandecerei o nome..." Contudo, aquele homem, que é muito parecido conosco, faz exatamente o contrário que o Senhor lhe havia dito, pois levou consigo seu sobrinho, o que lhe trouxe muitos problemas mais tarde, e quando a situação apertou por causa da fome, Abrão se mudou pro Egito "para ali ficar". (Gen 12:10)

Porque a palavra adorar começa aqui nesse contexto? Simples: porque adoração não é o que você canta pra Deus e sim é a resposta do seu coração em conhecê-Lo e obedecê-Lo diariamente. Em um estudo mais detalhado, você poderá notar que quando Deus muda o nome de Abrão para Abraão é porque ele creu no Senhor. Isso foi aproximadamente 24 anos depois da primeira vez que Deus lhe aparecera. A adoração começa a ser real em nossas vidas quando respondemos em obediência ao chamado de Deus.

A palavra adorar é mencionada pela primeira vez na Bíblia nos texto em Gênesis 22:5. Isso nos mostra que o que começou no capítulo 12 agora estava sendo firmado. Vale lembrar que já havia se passado mais ou menos uns 50 anos entre esses capítulos. Isso mesmo. O Senhor teve que ir conquistando o coração de Abraão para levá-lo ao nascimento do que seria a sua verdadeira adoração.

No texto de Gênesis 22:5 não vemos nenhuma música, ou equipe de louvor, ou um culto formal. Vemos um homem sendo profundamente desafiado a obedecer a Deus até as últimas conseqüências. Entregar Isaque como sacrifício foi algo que Senhor teve que gastar anos com Abraão para levá-lo a Moriá. Foi nesse contexto que nasceu a adoração. Não havia musica ou palavras bonitas, mas havia uma pessoa que ousou crer e obedecer a Deus. Chega a ser até engraçado, pois após todo esse tempo que Abraão andou com o Senhor mesmo assim ele diz, "hoje sei que temes a Deus"....

Ser marcado por uma vida de adoração faz parte do processo de marcar sua geração. Você pode marcar sua geração simplesmente obedecendo a Deus. A sua obediência a Deus faz com que a Sua Palavra seja verdadeira na sua vida e isso serve de referência para outros.

Louvor e Adoração

Música do coração

Deus não quer uma bela voz, um belo espetáculo, uma bela apresentação, ou um belo toque instrumental, ele quer ouvir o seu coração...


Quando digo que Deus não se importa com as vozes e a apresentação de um grupo evangélico ou de um ministério de louvor de uma igreja, não quer dizer que não é necessário existir a qualidade vocal e instrumental. É claro que é necessário existir a qualidade ou a musicalidade, porém ela não é o “espírito da coisa”.


A igreja tem que se sentir confortável para que possa, então, se derramar na presença de Deus. Se um guitarrista toca num tom, o tecladista no outro, o baterista nem sabe em que parte da música estão, e os vocalistas gritam para ver qual a voz que sai melhor no retorno, é claro que isso vai gerar um verdadeiro barulho, por melhor que seja a intenção de cada um deles. Então, ministros de louvor, tanto instrumentistas quanto vocalistas, estudem realmente a música e façam o melhor; sejam excelentes no ato de entoar os cânticos a Deus.


Mas como eu já disse, o tocar não é o que importa para Deus. Ele, na realidade, quer saber o que anda “tocando” em seu coração. São as baladas, são as palavras torpes, são os desejos carnais, são as vontades do seu eu, enfim, é seu coração? Ou será que é a Palavra de Deus, a obra de Deus, os anseios do Senhor para seus filhos?


A música que seu coração tem tocado quando não está na igreja, quando está longe dos que cultuam o mesmo Deus que você (que é o único digno de todo louvor e culto) é a mesma que toca perante os cristãos? Essa é a questão principal.


Acima de tudo e todos deve estar o Senhor. Ele deve ser entronizado em sua vida, pois está escrito: Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todos os seus exércitos. (Salmos 148.2). E, não só eu, mas, também, o Senhor, consideramos você, levita, um soldado do exército de Deus; para tanto, deve agir como um soldado. Sendo fiel, correto, justo e forte (nesse caso em espírito).


A Palavra de Deus é muito clara no que diz respeito àqueles que o adoram apenas com os lábios: Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. (Mateus 15.8). Mas também é clara quanto aos que o adoram de todo coração: O que ama a pureza de coração, e é amável de lábios, será amigo do rei. (Provérbios 22.11).


Aí fica a pergunta: Qual o desejo maior do seu coração? Será que é estar longe de Deus ou ser amigo do Rei?


Louve-o de todo seu coração, alma e corpo...

Não Posso Viver sem Ti

video

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Fundamentos Bíblicos

Louvor é ...

1- Qual o significado de louvor?


O louvor no Antigo Testamento é basicamente definido por três palavras:

- Barak (bendizer)

- Yadah (dar graças)

- Balal (aleluia – louvai ao Senhor)


2- A quem então devemos louvar?


. Somente ao Senhor nosso Deus

. Não devemos louvar-nos a nós mesmos (2 Coríntios 10:12)


3- Porque devemos louvar?


. Porque Deus é bom (1 Crônicas 16:34)

. Para exaltar o poder de Deus (Salmo 21:13; Salmo 103:1-5)

. Para que os demônios saiam (1 Samuel 16:22-23)

. Para se fazerem conhecidas as obras de Deus (Salmo 105:1-3)

. Para nos apresentarmos ao Senhor (Salmo 100:4)

. Porque Deus habita nos louvores (Salmo 22:3)


4- O que acontece quando louvamos?


. O inferno estremece e os demônios se abalam (1Samuel 16:22-23)

. Nosso coração se enche de alegria (Salmo 100:1-2)


5- Como devemos louvar?


. Voluntariamente (Juízes 5:2)

. Com instrumentos e cânticos (Salmo 33)

. Com palmas e voz de triunfo (Salmo 47:1)

. Louvai com danças (Salmo 150:4)

. Em Ações de Graças (Salmo 147:7)

. Com sacrifícios, que é o fruto dos lábios que confessam o seu nome (Hebreus 13:15)

. No seu santuário (Salmo 150)

. De todo o meu coração (Salmo 9:1-2)


6- Quando devemos louvar?


. A todo tempo (Salmo 34:1)


7- Quem deve louvar?


. Eu e você (Salmo 71:22)

. Os anjos (Salmo 148:2)

. Os astros celestes (Salmo 148:3)

. Tudo o que vive (Salmo 150:6)

8- E se eu e você não quisermos louvar?
As pedras clamarão em nosso lugar (Lucas 19:36-40)